1

Diferente de nossos antepassados cuja única opção era atribuir as causas dos seus sofrimentos aos deuses, ou à sorte e ao azar, vivemos na Era do Conhecimento sabendo quando se deseja, como as doenças se desenvolvem podendo assim evitá-las.


2

 Dependendo do que comemos e bebemos, e da maneira como o fazemos, criamos um ambiente bioquimicamente favorável, ou tão antagônico aos agentes causadores das doenças - vírus, bactérias, micróbios, germes, fungos, parasitas, protozoários - que estes micro organismos não conseguem sobreviver e muito menos se multiplicar, evitando assim, adoecer.


3

No balanceamento bioquímico nutricional alcalino ácido, que deve equilibrar a ecologia interna humana mediante uso inteligente, prazeroso e econômico dos alimentos sadios, reside a ciência de viver absolutamente sem doenças e consumo de remédios porque os agentes patogênicos não conseguem sobreviver em ambiente alcalino.


4

Ingerir cardápios organizados e balanceados; combinar os ingredientes; balancear os três grupos nos quais todos os alimentos são classificados; disponibilizar o teor ideal de fibras, carboidratos simples e complexos, proteínas detentoras de energia vital e vida biológica, são conhecimentos que todos podem aprender e praticar em sua rotina diária.


5

Quando o indivíduo aprende a utilizar a seu favor o poder dos nutrientes dos alimentos nas escolhas da compra, na elaboração e na maneira de consumir, descortina-se diante dele um horizonte espetacular de saúde e qualidade de vida, com potencial de dividir a sua vida em duas partes: antes, e depois da obtenção destes conhecimentos.